O FUTURO DO CURSO DE LETRAS DA UFC

22/11/2017 (Quarta-feira) às 18hs. no Auditório José Albano.

O futuro do Curso de Letras da UFC, vinculado aos Encontros Literários Moreira Campos (ELMC), no Auditório José Albano, no Campus Benfica da UFC, em Fortaleza (CE). Abre um espaço privilegiado aos professores da UFC para que possam apresentar suas propostas de reformulação do Curso de Letras. A presente série de palestras e debates terá dois convidados que defenderão sua proposta de reformulação em 30 minutos e, em seguida, debaterão suas ideias, incentivando a participação dos presentes.

Palestrantes:

  • Fafá Gomes Ferreira (LETRAS PORTUGUÊS/FRANCÊS - UFC)

Currículo: É graduando em Letras Português/Francês, bolsista no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC UFC), onde realiza pesquisas sobre "A Temática da Morte na Poética de Delfina Benigna da Cunha”.

  • Karina de Morais (LETRAS PORTUGUÊS - UFC)

Currículo: É graduanda em Letras Português-Literaturas pela UFC, professora de Artes no programa de extensão Projeto Novo-Vestibular, representante acadêmica da Executiva Nacional dos Estudantes de Letras e participa do grupo CLAMOR de estudos em classe, raça, gênero e literatura.

  • Paulo Ricardo Sousa de Oliveira (LETRAS PORTUGUÊS- UFC)

Currículo: É estudante de Letras Português, bolsista do Programa de Estímulo a Cooperação na Escola e membro da atual gestão do CAPA, no qual suas principais atribuição estão relacionadas ao IV Encontro internacional de Letras. Foi monitor das disciplinas de Semiótica e Semântica durante três anos e como aluno de Letras foi participou das comissões organizadoras do II e III Encontro Internacional de Letras. Foi aluno da Rede Cuca onde adquiriu habilidades básicas, que atravessariam toda a sua graduação, de produção cultural para o desenvolvimento sustentável de um território.

 

Inscreva-se aqui.

 


 

GRACILIANO RAMOS: O INTELECTUAL E O POLÍTICO EM MEMÓRIAS DO CÁRCERE.

08/11/2017 (Quarta-feira) às 18hs. no Auditório José Albano.

• Palestrante: Prof. Dr. Márcio Fonseca Pereira (DL-UFC)

• Debatedor: Profa. Dra. Irenísia Torres de Oliveira (DL-UFC) e Profa. Dra. Sarah Diva da Silva Ipiranga (UECE)

Release: O livro explorar um aspecto importante para o aprofundamento da compreensão das Memórias do cárcere, a saber, as contradições entre a atuação de Graciliano Ramos como escritor e sua visão como homem público num momento histórico de extrema polarização política.

Prof. Dr. Marcio Fonseca Pereira – Licenciatura plena em Letras Português-Inglês –UFC, Mestrado em Linguística Aplicada (UECE), Doutorado em Teoria Literária (UFRJ) e professor em Ensino de Prática de Literatura (UFC)

Inscreva-se aqui.

 



 

O FUTURO DO CURSO DE LETRAS DA UFC

25/10/2017 (Quarta-feira) às 18hs. no Auditório José Albano.

O futuro do Curso de Letras da UFC, vinculado aos Encontros Literários Moreira Campos (ELMC), no Auditório José Albano, no Campus Benfica da UFC, em Fortaleza (CE). Abre um espaço privilegiado aos professores da UFC para que possam apresentar suas propostas de reformulação do Curso de Letras. A presente série de palestras e debates terá dois convidados que defenderão sua proposta de reformulação em 30 minutos e, em seguida, debaterão suas ideias, incentivando a participação dos presentes.

Palestrantes:

  • Profa. Dra. Irenísia Oliveira (DL - UFC)

Proposta: Pensar um Curso de Letras que se conecte com as experiências e expectativas dos alun@s, atenda às demandas da sociedade e se insira de maneira relevante e transformadora no mundo. O que o professor de línguas e literatura pode fazer, o que a língua e a literatura têm a ver com a desigualdade social e a violência em que vivemos? Como podemos superar a enorme distância que ainda nos separa da escola? Seria possível pensar essas questões em termos de currículo?

  • Prof. Dr. Orlando Araújo (DLE - UFC)

Proposta: Partindo das perguntas "o que a sua vida representa?", "o que você está fazendo?" e "quem é você?" ou "o que você pensa que é?", pretendo refletir o perfil do estudante de Letras, ínsito na complexidade do mundo moderno, a fim de propor um projeto pedagógico que contemple, minimamente, a diversidade humana.

Currículos:

Profa. Dra. Irenísia Oliveira - é professora adjunta da Universidade Federal do Ceará, com graduação em Letras/Alemão pela Universidade Federal do Ceará, mestrado em Letras (Ciência da Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, doutorado em Letras pela Universidade Federal Fluminense (2003) e pós-doutorado no Instituto Peter Szondi de Literatura Geral e Comparada da Universidade Livre de Berlim.

Prof. Dr. Orlando Araújo - professor de língua e literatura grega do Departamento de Letras Estrangeiras da UFC. Tem uma tese acerca da felicidade no contexto da tragédia grega. Traduziu para o português Electra de Sófocles e Dos amores apaixonados, de Partênio de Niceia.

 

Inscreva-se aqui.

 

 

O FUTURO DO CURSO DE LETRAS DA UFC

11/10/2017 (Quarta-feira) às 18hs. no Auditório José Albano.

O futuro do Curso de Letras da UFC, vinculado aos Encontros Literários Moreira Campos (ELMC), no Auditório José Albano, no Campus Benfica da UFC, em Fortaleza (CE). Abre um espaço privilegiado aos professores da UFC para que possam apresentar suas propostas de reformulação do Curso de Letras. A presente série de palestras e debates terá dois convidados que defenderão sua proposta de reformulação em 30 minutos e, em seguida, debaterão suas ideias, incentivando a participação dos presentes.

Palestrantes:

  • Profa. Dra. Elisângela Teixeira (DLV - UFC)

Proposta: Reformulação do projeto pedagógico do curso de Letras com a opção de formação em Bacharelado ou Licenciatura. Diferentes perfis de profissionais. Áreas de atuação de bacharéis em Letras: tradução, interpretação, produção e revisão textuais, pesquisa científica, escritor. Proposta de formação de escritor para textos técnicos e textos criativos. Proposta de formação de tradutor e intérprete de línguas modernas. Área de atuação de licenciados em Letras: ensino de literatura, de língua materna e línguas modernas e pesquisa científica. Proposta de formação básica e de formação pedagógica complementar voltada para técnicas da linguística aplicada.

  • Prof. Dr. José Carlos Siqueira (DL - UFC)

Proposta: O Curso de Letras que defendo tem uma única entrada no vestibular e, então, um ciclo básico de um ano, no qual o aluno receba os conteúdos fundamentais para sua formação e o ajude a decidir que habilitações e especializações escolher. Na sequência, um currículo com disciplinas livres de pré-requisitos que lhe possibilite obter a licenciatura e/ou bacharelado, e que, além da formação docente, o prepare para outras atividades profissionais e intelectuais necessárias ao mercado e à pesquisa.

Currículos:

Profa. Dra. Elisângela Teixeira - É professora do Departamento de Letras Vernáculas. É mestre e doutora em Linguística e atua na área de Psicolinguística, investigando o processamento da linguagem por meio de técnicas experimentais diversas. Coordena o Laboratório de Ciências Cognitivas e Psicolinguística e tem especial interesse na relação entre visão e linguagem.

Prof. Dr. José Carlos Siqueira - É professor de Literatura Portuguesa da Universidade Federal do Ceará (UFC). Pós-doutorando em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Faculdade de Letras da USP (FFLCH-USP) com a pesquisa "Fradique e as Lendas de Santos: experimentação e crítica no último Eça de Queirós".

 

Inscreva-se aqui.

 


 

A DEMOCRACIA NEGADA PELO COMUNISTA JOSÉ SARAMAGO

27/09/2017 (Quarta-feira) às 18hs. no Auditório José Albano.

• Palestrante: Prof. Dr. Leite Júnior (DL-UFC)

• Debatedor: Prof. Dr. José Carlos Siqueira (DL-UFC)

Release: Existe realmente democracia em nossa época? É possível a democracia sob o regime capitalista? Seja na literatura, seja no jornalismo, o intelectual comunista José Saramago travou uma luta constante contra o modelo de organização política dominante no mundo ocidental. Para Saramago, a Europa e os Estados Unidos vivem uma democracia de fachada.

Prof. Dr. Leite Júnior - professor do Departamento de Literatura da UFC. Pesquisador sobre a Semiótica Literária. Autor de O pictórico em Luzia-Homem (Prêmio Ceará de Literatura de 1993), Domingos Olímpio (biografia) e O pictórico na poesia de Cabo Verde: dos claridosos a Kiki Lima. Pós-doutor pela USP, sob supervisão do Prof. Benjamin Abdala Jr., tendo desenvolvido a pesquisa: "Imagem, imaginação e esclarecimento em Saramago: pregação aos que não creem no que veem e creem no que não veem". O palestrante é também artista plástico, esperantista, torcedor do Ferrim e... comunista.

Inscreva-se aqui.

 


 

CARTA DO FILÓSOFO, JORNALISTA E ESCRITOR GILBERTO DE MELLO KUJAWSKI PARA EDUARDO LUZ,

AUTOR DO LIVRO "O ROMANCE QUE NÃO FOI LIDO: HELENA, DE MACHADO DE ASSIS"

"Caro Eduardo,

Seu livro sobre Helena de Machado de Assis é um condensado de estudo, perspicácia e esforço que renova a crítica literária em língua portuguesa.

Depois da leitura nos perguntamos se outras publicações de Machado também não merecem o subtítulo de “livros que não foram lidos”. Os críticos, alguns de grande nomeada, que abordam Helena como livro imaturo, de autor iniciante e não ainda de posse dos seus segredos e técnicas próprios, não serão eles os grandes inocentes? Pensam que a designação de “bruxo do Cosme Velho” nada significa? Ou será que como remarcados iluministas, eles não acreditam em bruxos?

Entre muitas surpresas impactantes, tive a ocasião de constatar seu nível de conhecimento da língua grega, ao empregar e traduzir a palavra “kairós” como “momento preciso” o que não é comum. Aristóteles classifica a política como ciência “cairológica”, da hora certa, oportuna.

Mas chegando ao ponto, um dos seus acertos mais brilhantes é a descoberta do “sistema de imposturas” manejado com magistral habilidade por Machado, uma espécie de coluna vertebral deste romance e de outras produções.

Ao final da leitura, chamou-me atenção um detalhe despercebido pelo leitor distraído: “possibilidade de Salvador não ser o pai biológico de Helena...” Quer dizer, o “sistema de imposturas” é tão abrangente e implacável que envolve o próprio narrador? Será?

Em meu livro sustento que a dúvida sobre se Capitu traiu ou não traiu o marido consiste numa “pegadinha” inventada por Machado para enganar todo mundo, com argumentos a favor e contra ambas as hipóteses. E tem gente que ainda insiste em decifrar o enigma, bem ao estilo da tragédia grega. Como se a rica personalidade de Capitu se resumisse somente a esta questão, quando tanto ainda resta apurar sobre aquele personagem sedutor e intrigante.

Jean Cocteau soltou sobre Victor Hugo, grande escritor megalomaníaco, aquela conhecida diatribe: “Victor Hugo était un fou quese croyat Victor Hugo”. Machado, ciente de seu valor, porém modesto, poderia exclamar ao contrário: “Machado de Assis é um pobre diabo que não se acredita Machado de Assis”.

Caro Eduardo, não é a toda hora que se pode ler um trabalho tão inteligente e inovador como o seu.

Grande abraço do

Gilberto de Mello Kujawski"


 

O ROMANCE QUE NÃO FOI LIDO: HELENA, DE MACHADO DE ASSIS

13/09/2017 (Quarta-feira) às 18hs. no Auditório José Albano.

• Palestrante: Prof. Dr. Eduardo Luz (DL-UFC)

• Debatedor: Prof. Dr. José Carlos Siqueira (DL-UFC)

Release: o romance Helena, de Machado de Assis, sempre foi tratado como obra conceitual e estruturalmente frágil, vinculada ao Romantismo. Propomos uma nova recepção para o romance, requalificando-o e oferecendo-lhe uma orientação visceralmente machadiana.

Prof. Dr. Eduardo Luz - realizou seu pós-doutorado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Tem dez obras publicadas e é professor associado da Universidade Federal do Ceará, onde leciona Teoria da Literatura.

Inscreva-se aqui.

 


 

O MAL E A LITERATURA, OU O MAL DA LITERATURA?

21/06/2017 (Quarta-feira) às 18h no Auditório José Albano.

• Palestrante: Profa. Dra. Ana Márcia Siqueira (DL-UFC)

• Debatedor: Prof. Dr. Cláudio Rodrigues (DL-UFC)

Release: O mal fascina e atrai? Ou a estética do mal cria esse efeito devido aos recursos estilísticos empregados? A existência do mal é incontestável na história humana, todavia, na sociedade moderna, este é um conceito escorregadio; defini-lo é cada vez mais problemático... Quando se trata de literatura o tema é ainda mais interessante, visto que o mal em suas diferentes facetas (o horror, o crime, a violência, a tragédia, o sofrimento ou a dor infringidos) tem leitores e público substancial. Afirmar que o mal é necessário em todo texto literário é arriscado, talvez até falacioso; contudo, é ingênuo acreditar que essa temática esteja restrita a determinados gêneros literários. Destarte, discutir o fascínio e a repulsa exercidos pelo mal e a literatura constitui um mal necessário ao pesquisador.

Profa. Dra. Ana Márcia Siqueira - Graduada em Letras e Mestre em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) e doutora em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo - USP (2007). Professora do DL e do PPGLetras da UFC, é autora de 16 artigos em revistas qualificadas e 13 capítulos de livros, além de organizadora de seis obras, dentre elas: Literatura e Ensino: reflexões, diálogos e interdisciplinaridade (2016). Atualmente coordena o grupo de pesquisa "Vertentes do mal na literatura", é editora da Entrelaces, revista da Pós-Graduação do PPGLetras – UFC e pesquisadora do Grupo Eça.

Inscreva-se aqui.

 


 

IMAGENS DA BUSCA DA FELICIDADE E DA ANGÚSTIA NAS LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA

06/06/2017 (Terça-feira) às 18h no Auditório José Albano.

• Palestrante: Profa. Dra. Teresa Salgado (UFRJ)

• Debatedor: Profa. Dra. Fernanda Coutinho (DL-UFC)

Release: Breve panorama da pesquisa realizada sobre as imagens de busca da felicidade nas literaturas de língua portuguesa, salientando o valor da interdisciplinaridade, a aceitação do objeto de pesquisa como um alvo em movimento, o destaque da filosofia antiga, a importância da utopia e a relação entre angústia e felicidade.

Maria Teresa Salgado possui graduação em Letras (Inglês), pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982); mestrado em Literatura Brasileira, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1988); doutorado em Literaturas Africanas, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1997) e desenvolveu pesquisa de pós-doutorado, em Literaturas de língua portuguesa, em Paris IV(Sorbonne), com ênfase na escrita feminina (2016). Atualmente, é professora-associada de Literaturas Africanas na Universidade Federal do Rio de Janeiro, universidade onde trabalha desde 2006. Tem experiência na área de Letras, voltando-se para as Literaturas Africanas e atuando principalmente nos seguintes temas: literaturas africanas e literatura comparada. Desenvolve pesquisa em literaturas de língua portuguesa e interessa-se, sobretudo, por imagens ligadas ao universo do riso, da busca de felicidade e das questões de gênero.

Inscreva-se aqui.

 


 

CONFISSÕES DE UM HOMEM DE BEM. RADIOGRAFIA DE UM MODELO SOCIAL

24/05/2017 (Quarta-feira) às 18h.

• Palestrante: Prof. Marcelo Peloggio (DL-UFC)

• Debatedor: Prof. Régis Lopes (História-UFC)

Release: A palestra centra-se na figura agora “invulgar” do chamado homem médio brasileiro, e que, portanto, traz algo de inusitado, já que antes restrito a uma classe despolitizada, arroga, atualmente, um discernimento político que se pode tomar como algo pernóstico e imbecilizante.

Marcelo Peloggio – Professor de Literatura Brasileira da Universidade Federal do Ceará (UFC), graduado em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Inscreva-se aqui.

 


 

MORRER O MAIS PRÓXIMO DA FELICIDADE: GUERRA, EXÍLIO E POESIA NA GRÉCIA ANTIGA.

10/05/2017 (Quarta-feira) às 18h.

• Palestrante: Prof. Orlando Araújo (DL-UFC)

• Debatedor: Prof. Fábio Maia Sobral (UFC)

Release: Partindo da guerra entre gregos e troianos e da noção de exílio para a poesia grega antiga, abordaremos a morte como possibilidade de alcançar a felicidade.

Orlando Luiz de Araújo – Professor de Língua e Literatura Grega na Graduação em Letras e tradutor da Electra de Sófocles.

Inscreva-se aqui.

 


 

BORGIANAS OU BIZARRIA ACADÊMICA

Atividade assistemática de grande impacto para estudantes e público em geral, as Borgianas, ou bizarria acadêmica, são palestras especiais restritas a uma única sexta-feira de cada mês. O nome lembra o tipo de conferências de Jorge Luis Borges, em que ele dissertava sobre assuntos excêntricos ou distantes, mas sempre ligados à literatura como, por exemplo, os textos inseridos no livro Sete noites: “O pesadelo”, “As mil e uma noites”, “A cabala”, “A cegueira”, “O budismo” etc. A provocação é escolher temas estranhos à universidade e ligá-los com a literatura ou as humanidades.

Release: A eleição de Trumà presidência dos EUA está exigindo uma profunda reflexão sobre a política nacional dos países do Ocidente. Como pode um sujeito que, em condições normais, jamais seria convidado sequer para um cafezinho na casa de qualquer pessoa de bom senso, assumir o cargo governamental de maior poder no planeta? Entender as características do eleitorado do magnata misógino é apenas parte do problema. Cabe-nos ainda avaliar a democracia representativa moderna, a que possibilitou que, após dois mandatos bem sucedidos de um presidente negro, um não-político absolutamente antagônico a Obama pudesse obter um mandato tendo como principal meta destruir o legado do seu antecessor. Poderá a literatura contribuir com o debate? Veremos na borgiana.

Prof. José Carlos Siqueira é doutor em Literatura Portuguesa pela USP, mestre em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela mesma universidade, na qual também se formou como bacharel em Linguística. Publicou os livros Literatura Portuguesa (Curitiba: Iesde, 2008), em coautoria com Stélio Furlan, e Cultura e memória na Literatura Portuguesa (Curitiba: Iesde, 2009), com Hélder Garmes.

Inscreva-se aqui.

 

Inscrição para a palestra da Profa. Luana Antunes Costa (Unilab)/DL-UFC (Dia 26/04/2017)

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

26/04/2017

. . .

Inscrição para a palestra da Profa. Sueli Saraiva (Unilab)/DL-UFC (Dia 12/04/2017)

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

12/04/2017

. . .

Inscrição para a palestra do Prof. Cláudio Rodrigues/DL-UFC (Dia 05/04/2017)

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

05/04/2017

. . .

Inscrição para a palestra da Prof. Drª. Irenísia Oliveira/DL-UFC (Dia 23/11/2016)

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

20/11/2016

. . .

Inscrição para a palestra do Prof. Dr. José Carlos Siqueira/DL-UFC (Dia 09/11/2016)

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

13/10/2016

. . .

Inscrição para a palestra do Prof. Dr. Yuri Brunello/DLE-UFC (Dia 26/10/2016, na sala 01 do Departamento de Literatura)

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

13/10/2016

. . .

Inscrição para a palestra do Profo. Dr. Atílio Bergamini/DL-UFC (Dia 19/10/2016)

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

13/10/2016

. . .

Inscrição para a palestra da Profa. Rosiane Mariano/UFC

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

18/09/2016

. . .

Inscrição para a palestra da Profa. Dra. Vera Lúcia Albuquerque de Moraes/UFC

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

18/09/2016

. . .

Inscrição para a palestra da Profa. Dra. Andréa Borges Leão/UFC

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

02/07/2016

. . .

Inscrição para a palestra da Profa. Dra. Elizabeth Dias Martins/UFC

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

15/06/2016

. . .

Inscrição para a palestra da Profa. Dra. Suene Honorato/UFC

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

01/06/2016

. . .

Inscrição para a palestra do Prof. Dr. Marcelo Peloggio/UFC

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

23/05/2016

. . .

Inscrição para a palestra do Prof. Dr. João Adolfo Hansen/USP

(Mestres de Outras Latitudes):

Clique aqui.

 

Inscrição para a palestra da Profa. Dra. Fernanda Coutinho/UFC

(Mestres de Casa):

Clique aqui.

 

Para maiores informações sobre os palestrantes e as inscrições, cliquem nas páginas Mestres de Casa e Mestres de outras latitudes.

09/05/2016

. . .

Inscrições abertas para a Palestra do Prof. Dr. Alberto Pucheu

(Mestres de outras latitudes):

Clique aqui.

18/04/2016

. . .

Apresentação dos Encontros Literários Moreira Campos (ELMC) de 2016

 

Os ELMC ocorrem há 32 anos na UFC e possuem uma ampla e variada gama de atividades durante todo o ano letivo. Nas crônicas de Porta de Academia, de 26 de março de 1988, Moreira Campos escreveu sobre a sua satisfação em coordenar os Encontros Literários na Faculdade de Letras do Centro de Humanidades.
Na versão de 2016, os ELMC adotarão como temática central o “estado da arte” nos estudos literários, ou seja, as atividades procurarão enfocar as pesquisas e teorias de ponta na área da crítica e teoria literárias, a fim de proporcionar aos participantes dos Encontros uma visão daquilo que se está produzindo de novo e original em termos de literatura e seu conhecimento. Para tanto, os ELCM serão divididos em dois grandes eventos:

• Mestres de Outras Latitudes (MOL)
• Mestres de Casa (MDC)


O MOL convidará professores e pesquisadores eméritos de outras regiões do país, que farão palestras abertas ao público em geral e ministrarão minicursos dedicados a alunos de pós-graduação, com apoio dos programas de pós-graduação mencionados acima. Serão convidados quatro professores por semestre. Em 2015, foram realizadas duas atividades como esta com uma professora da UFRJ e um docente da USP, com grande interesse e participação por parte dos alunos de graduação, de pós e de fora da universidade.
O evento Mestres de Casa, vinculado aos Encontros Literários Moreira Campos (ELMC), abre um espaço privilegiado aos professores da UFC e de outras universidades de Fortaleza e arredores para que eles possam apresentar suas pesquisas e o desenvolvimento de seu pensamento nas áreas da literatura, cultura e das humanidades em geral.
Neste semestre, o professor convidado apresenta uma palestra de 40 minutos com tema provocativo, polêmico ou impactante sobre literatura e cultura/sociedade/ciência. Outro professor também convidado questionará tais ideias e incentivará a participação dos presentes.

 

Prof. Dr. José Carlos Siqueira - Coordenador dos Encontros Literários Moreira Campos

 

Inscrições: As inscrições são online, e cada evento possui um link para o preenchimento do seu respectivo formulário de inscrição. Os links também estarão disponíveis na página dos Encontros no Facebook.
Certificados: Os certificados serão entregues ao final de cada encontro, mediante assinatura do participante até 30 minutos após o início da palestra.

Informações no Facebook

. . .

Universidade Federal do Ceará

Departamento de Literatura - Centro de Humanidades

Av. da Universidade, 2683. Fortaleza - CE, CEP: 60.020-180

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ © 2016. Todos os direitos reservados.